BIA DE LIMA, PRESIDENTA DO SINTEGO

BIA DE LIMA, PRESIDENTA DO SINTEGO (2017-2021))

 Por decisão majoritária dos/as filiados/ as do SINTEGO eu, Bia de Lima, educadora, pedagoga, especialista em Educação, sindicalista, ex-presidente da CUT-GO, mãe do Gustavo, amante da vida na roça, assumi com muita humildade o compromisso de coordenar essa equipe forte e corajosa neste mandato, que começou em 2017.”

 DEPOIMENTO

 Eu sou Maria Euzébia de Lima, e gosto muito do meu nome porque homenageia minhas duas avós, mas desde o ensino médio sou conhecida com Bia, e é por este apelido afetivo de Bia de Lima que a categoria e a sociedade me conhecem.

Estudei na zona rural de Serranópolis, em Jataí e depois em Brasília. Em Jataí cursei o Ensino Médio, Técnico em Magistério no Instituto Samuel Graham, estudava à noite e trabalhava durante o dia como professora. Iniciei o curso de Pedagogia em Rio Verde, na FESURV.

Depois, a Universidade Federal de Goiás (UFG) ofereceu o curso de Pedagogia no Campus Avançado de Jataí, fiz parte da primeira turma, mas quando estava cursando o segundo ano resolvi mudar para Goiânia, e então transferi a minha matrícula para a Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (FE-UFG), como estudante participei do Movimento Reviravolta e fui eleita presidente do Centro Acadêmico Paulo Freire e também do DCE/UFG.

No movimento estudantil adquiri uma consciência crítica que me levou ao movimento sindical e nesta trajetória descobri que as mudanças sociais dependem do nosso engajamento e luta. Em 1984, passei no concurso público e entrei para rede estadual de Educação e já me filiei ao Centro de Professores de Goiás (CPG) e depois SINTEGO.

Quando cheguei em Goiânia fui trabalhar no Centro Administrativo, hoje Palácio Pedro Ludovico Teixeira, a Secretaria de Educação funcionava lá e foi lá que organizei a primeira greve da minha vida.

Me formei em 1989 e voltei para Jataí, porque meu irmão faleceu e eu achei que tinha de dar mais apoio aos meus pais. Prestei concurso público e fui ser professora da Campus Avançado de Jataí/UFG. Trabalhei muitos anos na formação de professores/as.

Eu lecionava no Colégio Estadual Nestório Ribeiro, no curso Técnico em Magistério e também no Curso de Pedagogia e Letras do CAJ/UFG. Muitos/as professores\as de Jataí e região foram meus alunos/as. Isso sem nunca deixar a atuação sindical. Fui eleita vice e depois presidente da Regional do SINTEGO em Jataí.

Mas a perspectiva de transformação social nos levou a entender que precisávamos fazer política partidária. Só lecionar não bastava, então juntamos um grupo de amigos/as da faculdade e resolvemos filiar ao partido que coadunava com nossos ideais, o Partido dos Trabalhadores (PT).

Filiamos e fomos com a cara e a coragem enfrentar os poderosos, os coronéis. A surpresa e a aceitação foram tantas que a professora Soraia Rodrigues Chaves quase ganhou a prefeitura de Jataí por duas vezes, numa dessas eleições fui eleita vereadora, a terceira mais votada da cidade, quando pela primeira vez o PT teve representante na Câmara Municipal de Jataí, fui reeleita posteriormente.

Porém, depois em uma articulação errada, fomos compor chapa com o PMDB na condição de vice-prefeita e perdemos. Perdi também minha mãe. Depois disso, decidi voltar para Goiânia, ocasião em que fui convidada a compor chapa com o professor Domingos Pereira como tesoureira estadual do SINTEGO, fomos eleitos para a gestão 2005/2008.

Permaneci tesouraria durante as gestões 2008/2011 e 2011/2014. Em 2014 disputei a presidência numa eleição muito difícil, porque houve um racha na diretoria e o governo apostou nisso para tentar controlar o maior sindicato de Goiás.

Mas, felizmente, ganhamos as eleições, assumi a presidência do SINTEGO e, seguindo os passos dos que vieram antes de mim, sempre busquei fazer um bom trabalho, fortalecendo ainda mais o sindicato, estando sempre presente nas 36 Regionais Sindicais, estruturando e garantindo melhores condições de atuação das diretorias Regionais e Central, filiando os/as profissionais das redes municipais ao nosso Sindicato.

Inovando, com o SINTEGO Itinerante – nosso orgulho!  Por meio dele levamos toda a estrutura do Sindicato para os municípios goianos. Em um único SINTEGO Itinerante, visitamos mais de 300 unidades escolares em todas as regiões do estado.

Essa imersão na realidade local e na base da categoria, nos trouxe surpresas extraordinárias. Depois de três meses dentro de uma Van e mais de 12 mil quilômetros rodados, nosso maior aprendizado é o de que a categoria nos quer mais perto dela.

Trabalhamos firmes na defesa dos interesses dos/as profissionais da Educação e isso tem garantido resultados, a exemplo do auxílio – alimentação, uma conquista importante que tivemos na greve de 2017, entre outras. Tudo isso fez com que a disputa nas eleições de 2017 consagrasse uma vitória maravilhosa da nossa chapa, fomos reeleitos com mais 70% dos votos.

Por decisão majoritária dos/as filiados/ as do SINTEGO eu, Bia de Lima, educadora, pedagoga, especialista em Educação, sindicalista, ex-presidente da CUT-GO, mãe do Gustavo, amante da vida na roça, assumi com muita humildade o compromisso de coordenar essa equipe forte e corajosa neste mandato, que começou em 2017.

Que Deus nos guie!

Deixe uma resposta